Novas receitas

Espuma ultrassonicamente sua cerveja, se for do seu interesse

Espuma ultrassonicamente sua cerveja, se for do seu interesse



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Um dispositivo que criará uma espuma espumosa - ótimo para algumas cervejas

Um espumante de cerveja que fornece um vazamento caseiro de nitrogênio simulado.

A popularidade crescente da cerveja artesanal sempre deu origem a gadgets divertidos para acompanhá-la, e a California Creations Sonic Foamer é um desses. Assemelhando-se a um prato quente, ele envia vibrações ultrassônicas para a cerveja, ativando a carbonatação e criando uma espuma atraente e consistente. Mas isso realmente torna o sabor da cerveja melhor, como afirma a caixa?

O Sonic Foamer é fácil de usar. Duas colheres de chá de água vão para o prato, dando a você uma cobertura completa no fundo do copo para transmissão de vibração. Copos de meio litro de shaker com fundo fino produzem os melhores resultados. Despeje sua cerveja com o mínimo de cabeça possível, coloque-a no prato, aperte o botão e voilà, uma espuma densa e luxuosa sobe bem na sua frente!

O efeito é absolutamente perceptível tanto na sensação na boca quanto no sabor. Essencialmente, o que você obtém é um "nitro" de sua cerveja favorita (pense em chope Guinness). A sensação na boca torna-se agradável e espessa, sedosa e cremosa. No entanto, a melhora ou não do sabor depende do estilo de cerveja. Com uma cerveja preta (como Two Roads 'Route of All Evil), o Foamer trouxe deliciosas notas de café e chocolate para o primeiro plano, a sensação cremosa na boca complementando a cerveja perfeitamente. Por outro lado, quando testado com Celebration Ale da Sierra Nevada (um lúpulo IPA fresco), a cremosidade obscureceu completamente os sabores do lúpulo, tirando a melhor parte da cerveja. Não é uma melhoria.

Em resumo, se você é um fã de cervejas com infusão de nitrogênio, pense em comprar uma Sonic Foamer. Você não ficará desapontado. A sensação na boca e o sabor estão lá, sem mencionar que é apenas divertido de brincar! Esteja ciente de que não é ideal para todos os tipos de cerveja, especificamente aquelas da variedade com lúpulo.


9 IPAs para aborrecedores IPA

Ah, o IPA. Hoppy, amargo, intenso & # 8211 como um coelho comovente. Como é o caso das cervejas de trigo, as opiniões dessa grande categoria de cerveja costumam ser bastante polarizadas. Ou você adora aquela mordida de lúpulo ou torce o nariz de nojo. Olha, é compreensível que um ataque violento do drama do lúpulo possa ser demais para algumas pessoas, especialmente se você deseja combinar cerveja com comida leve. Mas e se disséssemos que os IPAs não precisam ser bombas de lúpulo tão agressivas que fazem você pegar um copo d'água e implorar misericórdia aos deuses da cerveja? E se disséssemos que os IPAs podem ser notavelmente saborosos, fáceis e amigos da comida?

Se você teve algumas experiências infelizes com os IPAs fora do comum, não se preocupe. Estamos aqui para convencê-lo de que, na verdade, você gosta de IPAs, apenas os prefere do lado mais gentil. Embora não haja nada de errado com uma cerveja de chutar o traseiro, se você for um cético do IPA, recomendamos que tome um gole de uma bebida moderada e equilibrada. Aqui estão nove das mais relaxantes para você começar.

1. Lagunitas IPA

Vamos começar com algo histórico. Este IPA existe desde & # 821795 e, vinte anos depois, ainda funciona. Embora você obtenha muitos lúpulos no final, o que amamos no Lagunitas IPA são os cítricos refrescantes, o paladar de pão torrado e o toque de convite floral. O corpo é mais fino, o que torna Lagunitas fácil de engolir sem a necessidade de um gole de água para limpar. Este é o IPA que você derrama para todos os seus amigos em uma reunião, porque ninguém vai discutir sobre isso.

2. Ballast Point Grapefruit Sculpin

Assim, além de ter um rótulo com tema animal que adoramos, Grapefruit Sculpin & # 8211 the twist on Ballast Point & # 8217s Sculpin IPA regular, é delicioso. Agora, esta cerveja não é nada. Na verdade, está muito seco. Mas a adição de grapefruit fará com que qualquer odiador de IPA entre no reino dos amantes do lúpulo. Como mencionamos, há muito pouca doçura, mas a essência da fruta dá a esta cerveja o apelo de um Arnold Palmer sem açúcar.

3. Dogfish Head 60 Minute IPA

Este IPA tem esse nome porque tem mais de sessenta adições de lúpulo e é fervido por sessenta minutos. Enquanto Dogfish Head também faz um IPA de 90 minutos e um IPA de 120 minutos, seu IPA de 60 minutos é muito mais baixo em álcool e intensidade de lúpulo. Com 6% ABV, este IPA está perto de ser sessão, embora ainda seja completo. Essa cerveja tem um belo nariz maltado, que dá lugar a um paladar gramado com um toque de manteiga, frutas tropicais e terra. O entusiasmo está lá, mas você não se afogará nele.

4. Ithaca Beer Co. Flower Power IPA MELHOR GERAL

Você já levou alguém para a casa da sua infância, olhou nos olhos de sua mãe e disse com convicção: & # 8216é este? & # 8217 Bem, é & # 8217 a sensação que você & # 8217 terá ao experimentar este IPA. Você não achou que poderia adorar um IPA? Este está aqui para mudar sua mente. Um nariz inebriante de mel e flor de sabugueiro seduz você a um gole desta cerveja incrivelmente boa para os alimentos. Você experimentará pudim de pão, frutas secas e, claro, flores. A sensação na boca é cremosa e saborosa. Prepare-se para se apaixonar.

5. Braven Brewing White IPA

Esta é uma cerveja um pouco híbrida, pois tem características típicas da IPA (grapefruit, lúpulo), mas também é feita com bastante trigo, o que lhe confere o apelo picante de um espirituoso. Esta é uma cerveja muito suave, por isso recomendamos beber sozinha em vez de junto com um prato cheio de comida. Como Braven é uma cervejaria iniciante, esse cara só está disponível em Nova York, mas a cervejaria pretende expandir a distribuição em breve.

6. Westbrook IPA

Sólido, brilhante e enlatado (ah, sim), Westbrook IPA tem todos os ingredientes para se divertir. O nariz é uma mistura de frutas frescas de fazenda e pinho, uma combinação muito intrigante. Como o 60 Minute IPA, há um toque de frutas mais pesadas e tropicais, incluindo abacaxi. Limão, mel e lúpulo se misturam muito bem, nunca competindo com K.O. um outro. Além disso, o corpo nítido torna esta cerveja uma ótima comida. Combine com pratos leves de churrasco, como frutos do mar ou aves. Isso é o que sua professora de ioga quis dizer quando disse & # 8220encontre o equilíbrio. & # 8221

7. Bear Republic e # 8217s Racer 5 IPA

Todos saudam a Califórnia. O vinho não é a única coisa boa em Sonoma, mas também abriga este delicioso IPA. Preparado com cevada e trigo, este IPA é um dos mais lúpulos da lista, mas não o domina com a doçura pungente de que muitos IPAs são vítimas. Pinheiros e frutas cítricas no nariz dão lugar a um IPA uniforme que ostenta apenas um toque de malte, como migalhas de pão fresco salpicadas sobre coalhada de limão picante. O final é um pouco picante, perfeito quando você precisa de um chute na calça.

8. Cigar City Jai Alai

Uma combinação suprema de ervas, doçura de caramelo e frutas maduras, Jai Alai embala complexidade em cada gole. Ao contrário de alguns IPAs desta lista, o corpo é mais pesado, um pouco semelhante a um Chardonnay de carvalho. O lúpulo se apresenta no paladar, mas não agride sua língua. Os sabores do malte se expressam lindamente, com um toque de oleosidade agradável. Esta é uma cerveja que resiste a um bife, não por causa de um sabor particularmente forte, mas por uma ótima textura. Além disso, mais dois pontos por estar em uma lata.

9. Bell & # 8217s Two Hearted Ale

Esta bela cerveja tem uma cabeça perfumada e fofa (espuma de cerveja) e uma cor âmbar vibrante, então é definitivamente um empecilho quando se trata de preparar uma bela pasta em um jantar. Esta cerveja é amarga, mas não é um salto além de qualquer crença, então você ainda pode apreciá-la sem se perguntar & # 8216 oh Deus, quando isso vai acabar. & # 8217 Na verdade, você & # 8217 provavelmente amará cada gole. Aromas tostados prefiguram um paladar terroso, e o final é quente, mas ainda crocante. Também gostamos da Bell & # 8217s Kalamazoo Stout (que combina bem com Oreos).


O Guia definitivo para Homebrewing Hard Seltzer

Ok, Ok, Ok, eu sei que existem alguns puristas por aí que pensam que toda essa moda do Hard Seltzer é ridícula. Eu sei que você está aí porque, até muito recentemente, eu estava com você! Não me interpretem mal, algo leve e refrescante para levar para a praia é sempre uma coisa boa, então eu nunca fui um odiador, apenas não um crente total. Mas agora que todo mundo tem um seltzer forte, incluindo algumas de nossas cervejarias artesanais favoritas como Imbib e Heretic, pensei que deveríamos pelo menos experimentar tudo isso.

O que descobri é que não é tão fácil como deveria ser! Há uma tonelada de ciência acontecendo aqui, e foram necessárias algumas fermentações experimentais para que nossos Hard Seltzer Kits fossem simplificados e com um ótimo sabor. Esta semana é sobre soda cáustica, a surpreendente quantidade de ciência por trás disso e como você pode ter certeza de que sua soda fermenta, esteja você fermentando 5 galões ou 30 barris!

A resposta simples é o pH e os nutrientes disponíveis. Se você já tentou fazer seu próprio seltzer duro, sabe que em um ou dois dias a fermentação simplesmente para. Parece que é sem motivo até que você jogue um medidor de pH nele, então tudo faz sentido.

Na fermentação alcoólica, o açúcar é decomposto em ácido pirúvico e, a partir daí, decomposto em etanol e CO2. Com tão poucos nutrientes e minerais em um seltzer duro, uma vez que é realmente apenas dextrose e água, a levedura só é capaz de fazer tanto etanol antes que o pH caia abaixo do nível em que são capazes de funcionar. Isso ocorre porque um pH mais baixo muda literalmente a estrutura dos aminoácidos em solução, e as enzimas que eles usam para quebrá-los não são mais eficazes. Esses são os principais problemas ao se fazer um seltzer, então vamos corrigi-los e fazer um pouco de seltzer !!

Em primeiro lugar, precisamos abordar o perfil da água. Se você usar apenas a água da torneira normal ou água destilada / RO, o pH da fermentação vai cair como uma bigorna em um desenho animado da Warner Bros. Temos que adicionar alguns carbonatos e bicarbonatos ao perfil da água para neutralizar os perfis ácidos que serão criados. Começamos com um tipo de perfil robusto de alta gravidade, um pouco como a água de Dublin, então praticamente dobramos em CaCO3 e bicarbonato de sódio quando ainda não era suficiente!

O truque ao construir sua água não é aumentar o pH, mas dar à água os minerais necessários para combater os compostos ácidos à medida que são liberados na solução por meio da fermentação. Sua levedura, qualquer que seja a cepa que você escolher, não tem interesse em estar em um pH superior a 6,0 e prefere estar mais próximo de 4,5 ou 4,6. Isso significa que, quando construímos a água, precisamos ter tampão suficiente para que, quando a fermentação terminar, estejamos parados em 4,2. Isso não é apenas para fermentação, mas se você estiver muito abaixo disso, seu seltzer assume um perfil de sabor nitidamente ácido e pode atrapalhar todo o seu equilíbrio.

Nosso método preferido para isso é começar com R.O. água, ou destilada, e construir tudo do zero. Se você é experiente com água e perfis de água, pode facilmente aumentar sua água da torneira até um perfil em que você seja forte o suficiente para lidar com essa fermentação de glicose super simples.

Se você é um espírito DIY, como a maioria de nós que fabricamos cerveja caseira, aqui estão algumas coisas que tentamos com sucesso antes de pousarmos na mistura de adições minerais em nosso kit de levedura BrewWater.

Para um seltzer de pêssego frutado, tentamos adicionar aproximadamente 7 colheres de sopa no total durante o curso de fermentação, de sais de água de Burton a um lote de 5 galões, o que na verdade fez um seltzer de pêssego maravilhoso e frutado. Enquanto isso funcionou muito bem, a fermentação começou e parou e baixou o pH algumas vezes (daí as 4 adições totais de sais de Burton!), E precisa ser revisitada adicionando a quantidade total com o tom de levedura. O pH acabou um pouco baixo, mas acabou se equilibrando muito bem com o sabor de pêssego da Base de Vinho Pêssego.

Outra experiência, mais promissora, foi adicionar em um pacote nosso Kit de Perfil de Água BrewWater - Malty Stout e High Gravity. A fermentação foi bastante consistente, embora ainda precisasse de um pequeno aumento de CaCO3 para aumentar um pouco o pH para baixar os últimos pontos. Este era um seltzer de limão fresco que saiu fantástico! A correção aqui foi construir um perfil de água semelhante, novamente super semelhante ao perfil de água do Guinness, mas adicionando um pouco de bicarbonato de sódio e um pouco de cloreto de cálcio extra a este perfil já robusto para dar a ele apenas um pouco mais de tampão de pH.

Indo para uma fermentação com basicamente nada disponível, você precisa de muitos nutrientes deliciosos e de alta qualidade para começar e manter as coisas funcionando. Se você estiver usando nosso BrewWater Hard Seltzer Water Kit, polir a água e adicionar nutrientes já está resolvido, mas vamos explorar que tipo de nutrientes realmente precisamos para este tipo de perfil de fermentação para aqueles de vocês que são um pouco mais DIY e aventureiro.

Para começar, precisamos de muito nitrogênio. Isso promove a replicação celular e o metabolismo fermentativo. Isso dará aos nossos fermentos o impulso de que precisam para lidar com a multiplicação o suficiente para comer todo o açúcar que está na solução.

Para esta parte do processo, usamos um pouco de Fosfato de Diamônio, comumente conhecido como DAP. Isso coloca o nitrogênio disponível diretamente na solução que a levedura pode facilmente absorver e usar para aumentar sua massa e começar a brotar. Se você preferir uma abordagem mais orgânica, considere o uso de White Labs Servomyces, que é uma fonte de nitrogênio mais natural e tão eficaz, se não mais.

Em seguida, precisamos de um nutriente de levedura de espectro completo que tenha absolutamente tudo que a levedura precisará durante a fermentação, e o "energizador de levedura" não vai fazer isso! Para nós, Fermaid O é o caminho e o caminho. O 'O' significa orgânico, e este é um dos nutrientes de levedura mais limpos e completos disponíveis. Tivemos uma sorte incrível com cerveja, vinho, hidromel e cidra com Fermaid O, então é muito fácil usar isso em algo sem absolutamente nada para se esconder ... porque é basicamente água com álcool carbonatada. Você também pode usar Fermaid K, que é Kosher em vez de orgânico, mas descobrimos que Fermaid O serve para ajudar a levedura a produzir menos compostos de enxofre.

Normalmente, seguimos as instruções fornecidas pelo fabricante e adicionamos o Fermaid com 33% de esgotamento de açúcar, mas descobrimos através de testes que neste tipo de fermentação, é melhor dar à levedura todos os nutrientes desde o início . Parece um pouco contra-intuitivo, especialmente se você já está fermentando por um tempo, mas pense desta forma: em um seltzer, há ainda menos nutrientes em solução do que com um hidromel, que é notório por não ter nenhum nutriente em solução.

Basicamente, temos que preparar nosso fermento da maneira certa, o que significa que temos que adicionar todos os nutrientes que teríamos adicionado à solução no início, e ter certeza de que eles estão dissolvidos antes que o fermento tenha o chance de tocá-lo. Por 5 galões, comece com 20 g de DAP (ou 2 comprimidos de servomyces) e 30 g de Fermaid O. Esse tem sido o ponto ideal para nós, até agora.

A única outra observação sobre os nutrientes é que se você não adicionar tudo no início, algumas coisas ficam para trás e você pode definitivamente sentir o cheiro! Tínhamos um lote que fizemos que, antes de adicionar aromatizante, era como beber um belo lote gaseificado de Fermaid O! Surpreendentemente, não é tão ruim quanto parece, mas também não é ótimo!

Esmagando-os com clareza

A questão da clareza é mais sobre paciência do que qualquer outra coisa. Se você já tentou esse tipo de fermentação, você sabe como saiu. Nublado, não muito leitoso, com um pouco de neblina desbotada. Parece que nunca vai limpar, e você está tirando o barril por semanas quando, um dia, de repente, você tem um soda límpido e perfeito.

Por alguma razão, tudo isso permanece em suspensão. Pense nisso como quando você enche um balde de água de seu aquecedor de água quente e fica turvo devido ao acúmulo de todos os minerais no aquecedor. Mesmo conceito.

Soluções mais rápidas estão disponíveis, mas se você não estiver adicionando um aditivo extra, planeje de 3 a 4 semanas para obter clareza natural. Quanto a soluções mais rápidas, essas são as duas melhores que encontramos.

Em primeiro lugar, nosso Kit Super Clear Fining parece ser capaz de limpar tudo e qualquer coisa, de vinho teimoso e sidras turvas, cheias de pectina, a Hazy IPAs. Este material é bastante imparável, embora diga que não é ótimo para água dura ou pectinas, porque tem como alvo íons negativos e positivos em dois estágios diferentes. Isso significa que ela corre o risco de fazer as coisas ficarem juntas, ficarem pesadas e cair. Este material é o verdadeiro negócio e não tem nenhum problema em limpar seu seltzer em cerca de 48 horas!

Para uma abordagem mais natural, e talvez mais científica, tente lançar alguns White Labs Clarity Ferm ao lançar seu kit de levedura BrewWater Hard Seltzer. Isso limpará tudo enzimaticamente, especialmente com um resfriamento direto adequado.

Frutas, aromas ou todos os itens acima?

Claro, a resposta é todas as anteriores! O que amamos em usar os Aromas de Frutas é que eles são fáceis, rápidos e você pode realmente criar algumas combinações estelares, como pode ser visto em nossa linha Seltzer Duro de 5 Galões de kits de receitas. Todos estes são aromas naturais e de alta qualidade, então não se preocupe com o seu gosto de soda falsa, a menos que você adicione muito. Você VERDADEIRAMENTE conhece o sabor de que estou falando se estiver experimentando os seltzers disponíveis no mercado! O outro benefício dos condimentos é que você quer fazer um seltzer de chocolate-banana-marshmellow, bem, você pode fazer isso!

O legal de adicionar frutas frescas ou purê é que, bem, é fresco! É um pouco mais difícil de trabalhar, especialmente se você estiver engarrafando seu seltzer, mas pense em adicionar frutas mais como um adoçante de volta do que algo com que você fermenta. O açúcar adicionado à fruta é o que você usará para obter o sabor da fruta (lembre-se, os sabores da fruta estão ligados à frutose na fruta).

A outra coisa divertida sobre adicionar frutas é brincar com elas e tentar encontrar o equilíbrio adequado, o que eu acho que agrada ao cervejeiro caseiro em todos nós!

Atualização 9.9.20 - Uma Nota sobre Carbonatação

Alguns de vocês que usam o seu barrilete podem ter notado que pode ser difícil encontrar o equilíbrio entre o uso correto, quase excessivamente carbonatado, de água com gás e fazer com que ele seja derramado como qualquer coisa que não seja um corpo de bombeiros saindo da torneira. Uma dica rápida de um de nossos clientes que faz toneladas de soda usando nossas receitas, é provavelmente a coisa mais simples de todas, e não acredito que não pensei nisso!

Ele carboidratos bastante altos, cerca de 3,3 volumes ou mais, mas descobriu que ficava com a cabeça enorme quando despejava, e seu seltzer não ficava tão efervescente quanto ele queria. Então, tudo o que ele fez foi adicionar uma tampa de carbonatação! Tão simples e fácil, e a mesma solução que vimos usada para derramar Café Cold Brew em barril!

Isso é eficaz porque a tampa de carbonatação tem uma pedra de difusão de 2 mícrons anexada a um posto de entrada de gás extra na tampa. Isso garante que todo o CO2 que entra na solução esteja na forma de bolhas super pequenas, aumentando a área de superfície do gás exponencialmente e garantindo que ele entre na solução. Ciência muito legal e uma solução super simples, se você se deparar com isso! Também é uma ótima ferramenta para carbonatar praticamente qualquer fermentação em 24 horas!

Atualização 10.1.20 - Instruções passo a passo do Selzter

Recebemos muitos e-mails de nossos cervejeiros caseiros que desejam fabricar seu seltzer com frutas e sabores que eles já têm em mãos, então gostaríamos de postar algumas instruções passo a passo simples para todos que trabalharão com nossos kits BrewSeltzer , ou com o açúcar, fruta fresca ou sabores que tem em casa!

Etapa 1 - Use o fermento certo!

Claro, a opção mais fácil aqui é usar o BrewWater - 5 Gallon Hard Seltzer Yeast Kit. Este pacote já contém tudo, incluindo o fermento, que seu seltzer precisa para rock and roll com o mínimo de esforço!

Se você quiser experimentar como nós fizemos e descobrir seu próprio Kit de Levedura Seltzer, lembre-se de usar uma cepa que já está voltada para a fermentação de açúcar simples, como Prize de Mousse ou outra variante da Cepa de Champagne como K1V-1116. Esses caras são super competitivos, tolerantes ao etanol e usam os nutrientes de forma eficiente.

Etapa 2 - Use os nutrientes certos

Tradicionalmente, especialmente com hidromel, vinho e cidra, esperaremos até o dia 2 ou 33% de esgotamento de açúcar para começar a adicionar nutrientes, mas em um seltzer, o fermento precisa dessas adições imediatamente. Calcule quais seriam as suas adições totais de nutrientes para a fermentação completa e adicione tudo de uma vez, quando você inocular a levedura ou logo antes. Isso dará aos seus fermentos tudo de que precisam logo de cara e os encorajará a usar tudo para que não permaneça no produto final. Preferimos Fermaid O e DAP e usamos quase 25 g em nosso kit de levedura.

Para o bem do produto final e seu sabor e clareza geral, use água destilada ou de osmose reversa! A ideia aqui é encontrar o equilíbrio do pH construindo seu perfil de água para ter abundância de sais e minerais para combater a acidez produzida durante a fermentação, mas não ter tanto que perdure após o término da fermentação.

Construa sua água usando um perfil de água clássico de Dublin, algo rico em bicarbonatos e cálcio, mas não tão rico em TDS (sólidos dissolvidos totais) que você possa sentir um sabor estranho no produto acabado e ter problemas de clareza. A ideia aqui é dar bastante contra-equilíbrio à produção de ácidos e baixo pH.

Você não precisa necessariamente ferver a água para a etapa de adição de açúcar, mas isso facilita a solução do açúcar. Dito isso, especialmente se você estiver usando água destilada limpa e um utensílio higienizado para mexer, não precisa enlouquecer. Seu açúcar irá se dissolver.

Para 5,5 galões de Seltzer a 7% abv, use 6,5 libras de dextrose, e para 5,5 galões de Seltzer 5% abv, use 4,5 libras de dextrose. Esta é uma regra prática fácil e garante que você sairá da fermentação com 5 galões completos de produto.

Etapa 5 - Permitir que a fermentação termine!

Certifique-se de dar ao seu seltzer 14 dias inteiros para terminar a fermentação e deixe o fermento limpar por si só. Isso é fundamental!

Etapa 6 - Frutas e sabores

Você tem inúmeras opções quando se trata de frutas e sabores. Não é segredo que amamos os Extratos de Sabor de Frutas, mas você também pode adicionar frutas frescas ou purês de frutas à fermentação e como adoçante de volta!

Para Extratos Aromatizantes, você adicionará a quantidade desejada diretamente ao seu barril ou balde de engarrafamento, aos poucos, até que o sabor esteja onde deseja. Para Bases de Vinho de Frutas, você deseja adicioná-los durante a fermentação e gostamos de complementar com outro extrato de sabor na embalagem.

Para Frutas Frescas e Purê de Frutas, você pode adicioná-los durante a fermentação, como adoçante de volta ou ambos! Adicionar em ambos os momentos lhe dará o perfil de sabor mais complexo e completo para a fruta que você está usando, mas é muito mais complicado engarrafar com tanto açúcar extra na solução. Vá para o nosso artigo, My Fruit Wine is Done Fermenting. Agora, para uma avaliação completa dos diferentes métodos de adoçamento das costas com um açúcar mais natural.

Com tudo o que há nesses seltzers, mesmo que não pareça muito, um bom agente de afinação como o Super Clear fará maravilhas para a clareza do acabamento. Isso não apenas o ajudará a parecer com a água com álcool que você está tentando fazer, mas também ajudará o seu produto acabado a ter um sabor mais limpo e neutro, realçando a fruta ou o sabor. Você também pode usar Clarity Ferm quando inicialmente inocular sua levedura, o que também ajudará a limpar tudo e lhe dará um produto final limpo e agradável.

Veja nossa atualização de 09/09/20 para algumas dicas incríveis sobre como carbonatar seu seltzer! Muitos testes bons e informações lá. Lembre-se de que você deseja adicionar carboidratos um pouco mais pesados ​​do que na maior parte de sua cerveja ou cidra, adicionando um pouco de ácido carbônico extra para ajudar a trazer todos os sabores para o primeiro plano do aroma.

Obrigado a todos por lerem e espero que isso os ajude com seu próximo refrigerante! Poste qualquer dúvida abaixo e conte-nos sobre sua experiência no preparo de soda cáustica! Se você quer um seltzer fácil e perfeito, confira nossa linha de kits de receitas duros do Seltzer! Quer fazer o seu, mas não tem certeza sobre o fermento? Pegue um pacote de BrewWater Hard Seltzer Yeast Kit e se preocupe em fazer o que quiser sem ter que fazer ciência do início ao fim!

Não se esqueça de nos seguir no Facebook, Instagram e Twitter para ficar por dentro dos acontecimentos divertidos, notícias e mais ciência! Siga-nos no YouTube na BrewChatterTV para se divertir ainda mais, informações e nos conheça um pouco! Brew On !! .

Atualização 3.19.21 - Novo blog avançado do Seltzer!

Se você leu este artigo, mas está pronto para a próxima etapa, vá para nossas Técnicas avançadas de fabricação de cerveja dura em casa com seltzer! Neste artigo, cobrimos fermentações presas, elaboramos esclarecimentos e até mesmo falamos sobre como se livrar daquele cheiro desagradável de enxofre em seu produto acabado! Saúde!


As bebidas com pouco ou nenhum álcool continuam na moda, e a cerveja não foge a isso. Os jovens adultos são mais propensos a se abster de álcool do que no passado, e eles não são os únicos. As marcas de cerveja estão trabalhando para capitalizar isso, com 2019 vendo novas ofertas de gigantes da indústria como Budweiser e Heineken, bem como o surgimento de novas marcas baseadas inteiramente em cerveja sem álcool. Essa tendência continuará ganhando força em 2020, com mais consumidores exigindo cervejas sem e com baixo teor de álcool e cervejarias de todos os tamanhos trabalhando para atender a essa demanda. Espere ver versões sem álcool de produtos existentes, juntamente com inovações de grandes marcas e cervejarias artesanais na América do Norte e na Europa.

É discutível se o seltzer forte se qualifica como cerveja, mas você o encontrará em muitas cervejarias. Ele disparou em popularidade no verão passado com produtos como o White Claw, que oferece uma bebida de baixo teor calórico, baixo teor de álcool e acessível que atrai muitos dos bebedores de hoje. Enquanto algumas marcas dominavam o mercado em 2019, muitas cervejarias artesanais e outras empresas de cerveja estão criando suas próprias ofertas para atender a esse aumento na demanda.

Especialistas da indústria discordam sobre se o seltzer tem poder de permanência de longo prazo, mas pelo menos até 2020, haverá mais variedades novas chegando às prateleiras à medida que as cervejarias capitalizam sua popularidade e os consumidores continuam a buscar bebidas leves e com baixo teor de álcool.


Espuma sua cerveja ultrassonicamente, se isso for do seu interesse - receitas

Além dos benefícios práticos, uma das vantagens mais deliciosas de ter um SodaStream é a capacidade de fazer receitas saborosas. Em vez de se limitar a um pacote de seis com um único sabor, você pode usar a máquina para fazer uma variedade incrível de bebidas atraentes. De bebidas com ingredientes saudáveis ​​a bebidas e sobremesas adequadas para uma noite indulgente em ambientes fechados, as seguintes bebidas e guloseimas saborosas podem animar sua palheta durante todo o ano.

1. Melon Mint Quench

Desfrute das qualidades calmantes da menta realçadas com o seu sabor favorito de melão. Com seu efeito refrescante no corpo, a hortelã pode refrescar seus sentidos ao mesmo tempo em que oferece uma alternativa única às bebidas do tipo cítrico.

Ingredientes:

  • Suco fresco de um limão grande
  • 400 gramas do seu melão favorito (como melancia sem sementes ou melada)
  • 25 folhas de hortelã fresca
  • 3 molas de hortelã
  • 1,0 litro de água com gás
  • 30 mL SodaStream Simple Syrup
  • Opcional: 240 mililitros (mL) de vodka

Instruções:

  1. Prepare a água com gás efervescendo 1,0 litro de água com gás no seu SodaStream.
  2. Fatie o melão na forma e no tamanho desejados. (Considere o uso de um cortador de vegetais para obter formas exclusivas e atraentes.)
  3. Combine água com gás, suco de limão, xarope simples e melão (bem como vodka, se desejar).
  4. Adicione folhas de hortelã e molas. Mexa bem.
  5. Sirva com gelo e saboreie.

2. Seltzer de maçã Kombuchá

Kombuchá é um tônico de chá fermentado que cresceu em popularidade nos últimos anos. Muitas vezes considerado um alimento funcional, muitos entusiastas da saúde bebem kombuchá por seus benefícios probióticos. Em vez de comprar pequenas porções de kombuchá em uma loja de alimentos naturais, no entanto, você pode fazer suas próprias bebidas refrescantes de kombuchá em casa.

Ingredientes:

  • 5,0 onças de kombuchá
  • 10 folhas de hortelã fresca
  • 1,0 litro de água com gás
  • Duas maças frescas
  • Gelo

Instruções:

  1. Prepare a água com gás efervescendo 1,0 litro de água filtrada em seu SodaStream.
  2. Corte as maçãs na forma e no tamanho desejados. (Considere usar um cortador de frutas para criar formas de maçã exclusivas e atraentes.)
  3. Combine gelo, água com gás, folhas de hortelã fresca e kombucha em um copo.
  4. Despeje espumante sobre a mistura de kombuchá.
  5. Enfeite com fatias de maçã. Sirva imediatamente e saboreie.

3. Limonada de Framboesa Clássica

As framboesas estão entre as frutas mais populares adicionadas à velha limonada. Esta versão fresca de uma receita clássica é uma ótima maneira de dar brilho e adoçar uma das bebidas mais apreciadas de todos os tempos. Se você deseja hospedar uma barraca de limonada ou servir algo diferente no almoço e no jantar, não existe nada melhor do que saborear este blend.

Ingredientes:

  • 12 onças de framboesas
  • 60 mL de xarope de limonada à moda antiga
  • Cinco fontes de tomilho fresco
  • 1,0 litro de água com gás
  • 12 onças de água não gaseificada
  • Rodelas de limão para enfeitar
  • Cubos de gelo

Instruções:

  1. Aqueça as framboesas e a água sem gás para deixar a fruta macia e permitir que as sementes se separem facilmente.
  2. Enquanto a fruta ainda está quente, coloque em uma peneira de metal e amasse delicadamente com um pequeno espremedor de batatas para extrair o suco. Reserve o suco para depois e descarte as sementes.
  3. Prepare a água com gás efervescendo 1,0 litro de água filtrada em seu SodaStream.
  4. Em quatro copos separados, misture os cubos de gelo, uma colher de chá de suco de framboesa e 15 mL de xarope de limonada.
  5. Cubra cada copo com 125 mL de água com gás. Enfeite com rodelas de limão e divirta-se.

4. Milkshake de morango orgânico

O que pode ser melhor do que o milkshake de frutas por excelência? Como uma das bebidas mais nostálgicas do mercado, o milkshake é ótimo como bebida ou sobremesa. Morango é um dos três sabores “originais” de milkshake, e o fato de essa bebida ser orgânica significa que você pode saborear seu petisco sem culpa. Faça uma viagem ao passado ou crie novos passatempos para desfrutar com este batido de morango.

Ingredientes:

  • 2,0 quilos de morangos orgânicos muito maduros, descascados e fatiados
  • 3,0 xícaras de água fria
  • 2,0 xícaras de açúcar branco
  • 250 mL de água com gás
  • Sorvete de baunilha orgânico
  • Leite

Instruções:

  1. Para preparar o xarope de morango orgânico, coloque os morangos e água fria em uma panela e leve para ferver. Mexa, reduza o fogo e cozinhe até os morangos ficarem macios.
  2. Coe o suco de morango em uma segunda panela usando uma peneira de malha fina. Descarte a polpa.
  3. Mexa o açúcar branco até que se dissolva. Leve a mistura de suco novamente para ferver.
  4. Reduza o fogo e cozinhe por cinco minutos finais. Retire o excesso de espuma do topo da calda. Desligue o fogo e deixe esfriar a calda até a temperatura ambiente.
  5. Despeje a calda em um recipiente com tampa e leve à geladeira até esfriar.
  6. Para fazer o milkshake orgânico, combine uma parte de xarope com cinco partes de leite.
  7. Despeje a mistura de xarope e leite no liquidificador. Add ice cream and top with chocolate syrup OR sparkling water as desired. Mistura.
  8. Divide finished milkshake into four glass milk-bottles. Garnish with a whole strawberry and red-and-white striped straw. Aproveitar.

5. “Life of the Party” Punch

Party punch is an instant way to make any gathering feel welcoming and authentic. Whether you are hosting a holiday get-together, lounging outdoors, or planning an epic house party, this punch can help ensure that everyone has a good time. You can prepare this punch with or without alcohol along with other party foods.

Ingredientes:

  • Six limes, peeled and diced
  • 7.0 ounces of red currants
  • 7.0 ounces of raspberries
  • 7.0 ounces of blueberries
  • 20 teaspoons of granulated sugar
  • 1.0 ounce of SodaStream Berry Mix Flavor
  • SodaStream sparkling water
  • Gelo moído
  • Optional: One bottle of sugar cane rum and 3.5 ounces of orange-flavored liqueur

Instruções:

  1. Place the limes and half of the fruit ingredients into a large, glass punch bowl. Crush these ingredients against the side of the glass using a muddler. Let sit for five minutes.
  2. After the five minutes, add the sugar and Berry Mix Flavor into the punch bowl. Add the rum and liqueur if desired. Mexa bem.
  3. Fill the bowl with crushed ice and top with sparkling water. Add the rest of the berries and stir gently.
  4. Garnish with lime slices and enjoy!
  5. Bonus Tip: For winter holidays, try using cranberries and blackberries (instead of raspberries and blueberries) along with orange or clementine slices (instead of lime) as a special treat.

6. Ginger Peachy Cocktail

For many chefs, ginger and peaches make the perfect culinary match. Ginger can enhance the plush flavor of peaches while offering antioxidant benefits to boot. You can also add optional alcohol to this blend to create a true cocktail worth celebrating.

Ingredientes:

  • One peach, sliced and pitted
  • One nectarine, sliced and pitted
  • Six basil leaves
  • 30 mL lemon juice
  • SodaStream sparkling water
  • 1.0 cup brown sugar
  • 1.0 cup white sugar
  • 7.0 ounces of fresh ginger, peeled and sliced (Note: Removing the hard exterior will result in approximately 4.0 ounces of sliced ginger)
  • 4.0 teaspoons of whole Allspice mix (with cardamom pods, peppercorns, and anise pods)
  • 2.0 cups of NON-carbonated water
  • Optional: 45 mL of gin

Instruções:

  1. To make sweet ginger syrup, combine non-carbonated water, white sugar, brown sugar, and sliced ginger into a small pot.
  2. In a separate saucepan, toast the Allspice until it begins to brown and become fragrant. Add the toasted Allspice to the ginger-sugar water mixture.
  3. Bring mixture to a simmer and let it simmer for 15 minutes. Remove from heat and let the ingredients steep into water until cool.
  4. Use a metal strainer to remove solid ingredients. Discard the solid mash. Refrigerate the ginger syrup until cold.
  5. To make the ginger-peach cocktail, combine peach slices, nectarine slices, and basil leaves with lemon juice and muddle inside clean serving glasses.
  6. Add ginger syrup and optional gin to each glass, then top with sparkling water.
  7. Garnish with an extra peach slice and basil leaves. Sirva imediatamente e saboreie.

Bonus Tip: For a quick alternative to cola, combine 2.0 tablespoons of ginger syrup with 12 ounces of sparkling water for a refreshing glass of homemade ginger ale.

7. Old-Fashioned Root Beer Float

One of the main benefits of owning a SodaStream is the ability to make old-fashioned treats with ease. This root-beer float recipe transports your senses back to a classic American diner or dive. Whether you want a midday treat or a fun idea for sleepovers and gatherings, try this recipe to enjoy ice cream and soda the old-fashioned way.

Frozen Dark Stout Beer Float with Ice Cream

Ingredientes:

  • 1.5 cups brown sugar
  • 1.0 ounce sarsaparilla root
  • 1.0 ounce sassafras root
  • 0.5 ounce licorice root
  • 0.5 ounce burdock root
  • 0.5 ounce dandelion root
  • 0.5 ounce juniper berries
  • 2.0 quarts of NON-carbonated water
  • 0.5 cup plain milk
  • Sorvete de baunilha
  • SodaStream sparkling water
  • Optional: Whipped cream, maraschino cherries, and chocolate shavings or sprinkles for garnish

Instruções:

  1. In a small pot, combine non-carbonated water, roots, and berries. Bring the mixture to boil, then reduce to simmer. Let the roots and berries steep for at least one hour (longer for stronger root beer flavor).
  2. After steeping, add brown sugar. Stir to dissolve.
  3. Allow the mixture to cool and then strain into a lidded container. Discard boiled mash. Refrigerate the herb-syrup mix until cold.
  4. To make the root beer, combine about 1.5 cups of herb-syrup mix with carbonated water.
  5. To prepare floats, divide milk into two 16-ounce glasses.
  6. Add two scoops of vanilla ice cream to each glass, then pour in homemade root beer.
  7. Top with whipped cream and optional cherries or other garnish.

8. Cherry Cola Popsicle

Make the perfect frozen treat with the complementary flavors of cherry and dark cola. This recipe allows you to make a dessert or snack with out the worry of excess preservatives. Whether you need to cool off on a warm day or need a quick alternative to ice cream, it is hard to beat the appeal of the classic cherry-cola Popsicle.

Ingredientes:

  • 150 mL SodaPress Organic Blond Cola
  • 500 mL filtered water
  • 2.0 cups of frozen, pitted cherries (defrost before using)
  • Eight Popsicle molds and sticks
  • Gelo

Instruções:

  1. Using a high-speed blender, blend cherries until smooth.
  2. Pour in SodaPress cola and water. Mexer.
  3. Pour cherry-cola mixture into Popsicle molds.
  4. Place in freeze until semi-frozen. Add Popsicle sticks and continue freezing overnight.
  5. When ready to serve, hold Popsicle molds until warm running water for easy release. Sirva imediatamente e saboreie.

9. Watermelon Wonder Fizz

While watermelon and lime make a naturally tasty combination for snacks and candies, many people find it hard to imagine enjoying watermelon juice from scratch. Thanks to the SodaStream, however, enjoying the refreshing benefits of watermelon juice has never been easier. This fizzy drink is a delectably sweet-and-sour combo that you will want to enjoy at any gathering.

Ingredientes:

  • 16 cups of seedless watermelon
  • 1.0 liter sparkling water
  • 60 mL SodaStream Simple Syrup
  • 1.0 cup blueberries
  • 1.0 cup strawberries, sliced
  • One lime
  • Gelo

Instruções:

  1. Prepare the sparkling water by fizzing 1.0 liter of filtered water in your SodaStream.
  2. Cut watermelon into chunks. Using a blender, puree the watermelon in batches. With a mesh strainer or cheesecloth, extract all watermelon juice into a pitcher. Discard any solid pulp.
  3. Add syrup and the juice of one lime to the pitcher. Cubra com água com gás.
  4. To serve the fizz, pour over ice and top each glass with a few berries. Aproveitar.

10. Tropical Passion Fruit Mocktail

What says “escape from the ordinary” better than a tropical getaway? While most of us cannot jet-set to an exotic isle on a daily basis, the SodaStream enables us to enjoy tropical flavors anytime we wish. With its striking blend of sweet and colorful fruit, this drink is the perfect way to sweep your senses into bliss.

Ingredientes:

  • Whole passion fruit, halved
  • One lime, sliced
  • Six fresh strawberries
  • Six mint leaves
  • Pineapple slices or chunks
  • 1.0 tablespoon agave syrup
  • SodaStream sparkling water
  • Gelo
  • Optional: Coconut shavings for garnish

Instruções:

  1. In a large cocktail glass, muddle half of the passion fruit and four slices of lime. After muddling, Add the agave syrup and three mint leaves. Mexa bem.
  2. Using a blender, combine strawberries and ice to produce a crushed mixture. Add the crush to the cocktail glass and then top with sparkling water.
  3. Finish the drink by topping with remaining passion fruit, mint leaves, and pineapples. Garnish with coconut if desired and enjoy.

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Este site usa Akismet para reduzir o spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre nós

The Soda Maker Club is an independent website that prides itself in presenting the most comprehensive analysis of all the different soda makers available on the market. Our goal is to allow you to easily pick the best soda maker for you.

Recent Reviews

The Soda Maker Club is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to amazon.com.


Ultrasonically Foam Your Beer, If That Appeals to You - Recipes

Samuel Smith’s Old Brewery Pale Ale shone with a coppery body in my glass. An ample head of caramel-white foam sat thick and creamy above, while aromas of 12 grain bread, earth and citrus danced in the air. I had just removed the pimentos from three dark green olives, and prepared to plunge my naked olives into the effervescent liquid.

When I initially heard olives in beer was a common practice in the Midwestern part of the USA, tiny hairs stood up on the back of my neck. That bittersweet malty profile, violated by a Pit Junkie! I reasoned that the producers of tasteless macro-lagers had removed so much character from the common lager that olives, undoubtedly, added flavor. Nevertheless, I was curious about the effects, especially when using a full-flavored beer.

The olive is a fruit, structured the same as coffee, peach, mango, date or coconut. An inner pit that holds a seed is surrounded by fleshy pulp. This type of fruit is known as a “drupe Eor stonefruit. Most fruit of this type has pulp saturated with water, but olive pulp is rich in oil. When picked directly from the tree, olives have an extremely bitter profile that must be altered if they are to become a palatable part of the gustatory experience.

In the first stage, they are cured by soaking in a solution of water, vinegar, or food-grade lye (followed by a three-day regimen of soaking in water to negate the harmful, caustic agents in the lye). Olives may also be cured using the dry method of covering with salt. After 4-6 weeks of curing (less with the lye-method), a fermentation process may follow in a mother brine of vinegar, brine, oil, or similar liquid, infused with herbs and spices. “Is this so different from beer? EI thought.

Green olives and black olives come from the same tree, but are picked at different stages. Pale green to dark green olives have a sharper flavor. As they darken from purple to black, the mellower profile emerges in a soft and savory presence.

Whether you place olives in martinis or beer, the flavor profile of the liquid will be slightly altered due to the natural salts and oils in the fruit. English Pale Ale draws its characteristic complexities from burtonized water Ewater with ions similar to that found at Burton-on-Trent. This water is rich in calcium, sulfates, magnesium, sodium, and chloride. With the addition of olives, the chemical profile may be enhanced by the brine that has percolated into the olives during common processing. A small amount of olive oil is often used by brewers to give yeast unsaturated fatty acids to feed on, rather than introducing oxygen into beer that can cause flavors of wet cardboard or old sherry. With that in mind, it almost seems normal to throw a few olives into the finished beer.

In addition to the slight flavor enhancement, olives add an entertainment value. Olives may seem heavy, but because beer is carbonated, bubbles adhere to the surface of the olives as they lay in the bottom of the glass. When a sufficient army of air accumulates on the olives, they act like mini-helium balloons and carry the olive to the surface of the beer. As the olives come in contact with your upper lip, the bubbles are interrupted, and the olives tumble to the bottom of the glass until they have attracted yet another swarm of airy bubbles.

If the idea of entertainment and flavor alteration has little appeal to you, you may wish to nosh on your olives as a tapas treat, paired with beer. Labneh, a Middle Eastern cheese with a yogurt base, pairs well with olives and Weissbier, Strong Belgian Ales, or Herb/Vegetable Beers. You may also wish to stock your shelves with E. Waldo Ward’s Imported Beer Olives, an unpitted variety flavored with beer.

For your creative moments, save room for a beer martini, complete with olive garnish. I would recommend that you choose an American or English Pale Ale. India Pale Ales are also ideal for this fine libation. Good choices would be Sierra Nevada Southern Hemisphere Harvest Fresh Ale, Ipswich Original Ale, Meantime India Pale Ale, Three Floyd's Blackheart, Great Lakes Burning River Pale Ale, Two Hearted Ale, or Hop Rod Rye. Take care to select one that has a slight fruity profile with firm bitterness. Avoid using a lager, because the flavors are less pronounced and will not blend as well.

Into a cocktail shaker pour: 1 oz. of pale ale and 3 oz. of gin. Add ice cubes, shake and strain into a martini glass. Garnish with two pierced olives on a cocktail pick. You may prefer to stir with your finger rather than shaking. For a two-person serving (or a big thirst), use 2 oz. of pale ale and 4-6 oz. of gin.

Content copyright © 2021 by Carolyn Smagalski. Todos os direitos reservados.
This content was written by Carolyn Smagalski. If you wish to use this content in any manner, you need written permission. Contact Carolyn Smagalski for details.


Fine beer is enjoying a renaissance worldwide, from international classics to American micro-brews, and demand for truly great beer is on the rise. The icons of style hail from great European brewing traditions, like those of Belgium and Germany.

Up-and-coming brewers in the “New World” are pushing the envelope too, dreaming up new categories and making world-class beers in their own right.

The finest brews range widely in color from straw gold to chocolate brown, but share tremendous flavor impact and a lingering, food-friendly finish. Most are strong ales that deliver heaping helpings of malty goodness and snappy hop bitterness. All are full-bodied sipping beers that invite good company and contemplation. For best results, serve in a snifter, goblet or stemmed wine glass at no colder than 50º F.

Be sure you also check out this Complete Guide to Beer for even more delicious brews.

> The selections are presented in alphabetical order.

1. Abtsolution Dark Belgian Ale

Origem: Lochristi-Hijfte, Belgium
Beer type: Belgian Strong Dark Ale
Preço: $17.50 for 750 ml.
ABV: 9%
Brewed by: De Proefbrouwerij

The name is a play on the word absolution, a word meaning the formal forgiveness of sins the extra letter “t” is for the Abt abbreviation for Belgian quadruple dark ale, a style known for its deep fruity notes.

Although it’s brewed and bottled at De Proefbrouwerij in Belgium, this collaboration between Belgian brewer Dirk Naudts of De Proefbrouwerij and Daniel Carey of the Wisconsin-based New Glarus Brewing uses American ingredients: Santiam and Chinook hops, which add pine and spice notes, and lactose derived from local Wisconsin cows to impart extra mouthfeel and sweetness. The beer is aged in both French and American oak, which lends a complexity and velvety smooth palate. This ale can be enjoyed now, but if you have the patience to wait, it will evolve beautifully over the next one to two years.

2. Alesmith Speedway Stout

Origem: San Diego, CA, USA
Beer type: American Double, Stout
Preço: $12 for 750 ml.
ABV: 12%
Brewed by: Alesmith Brewing Company

This modern classic has been produced by the San Diego-based AleSmith Brewing Company since 2002.

Made year round, this 12% ABV behemoth pours a deep black with a tan head and an aroma of bitter coffee and roasted nuts. This beer offers the best of two tasting experiences. When sipped cold, fresh out of the fridge, a malty sweetness with toffee and caramel notes dominates. As it warms, the flavor transforms into a richness of bitter dark chocolate and roasted malt with a generous dose of locally-roasted coffee from Ryan Brothers Coffee. This beer’s robust mouthfeel and enduring bitter chocolate aftertaste make it quite food friendly, or a wonderful dessert to sip after a meal.

3. Bourbon Street Old Fashioned Pale Ale

Origem: Covington, LA, USA
Beer type: American Pale Ale
Preço: $11 for 22 oz.
ABV: 9.25%
Brewed by: Abita Brewing Company

Is it a cocktail as a beer? Or beer as a cocktail? Either way, this Louisiana-made brew is made for sipping.

Inspired by the classic Old Fashioned cocktail, this unique creation from Abita Brewing Company is brewed with malted barley and rye, then aged four months in bourbon barrels that have previously aged small-batch whiskey. After aging, the same ingredients you would find in the cocktail are added to the mix — fresh orange peel, maraschino cherries and aromatic bitters. Just as you would sip a cocktail to appreciate its savory notes, this brew at 9.25% ABV is definitely one to enjoy slowly.

4. Deschutes Pinot Suave

Origem: Bend, OR, USA
Beer type: Belgian Strong Dark Ale
Preço: $17 for 22 oz.
ABV: 11.2%
Brewed by: Deschutes Brewery

Part of the Bend, Oregon-based Deschutes Brewery’s Reserve Series, this unique Belgian-style ale is a prime example of melding beer and wine.

Its 11.2% ABV is in the average range of a wine’s alcohol content and it’s aged for 18 months in French oak Pinot Noir barrels that contain Pinot grape must (the freshly-pressed juice that includes the skins and seeds). Other ingredients include malted wheat, flaked oats, black barley and U.S. Tettnang and Crystal hops. The result is a slightly sour beer that brings complexity with notes of dried fruit, berries, tannins and acidity along with hints of tropical fruit and spice from the Belgian yeast. This brew will appeal to lovers of fermented grapes as well as those who prefer fermented barley. And like a fine wine, it can be enjoyed now or cellared to enjoy years later.

5. Dogfish Head Palo Santo Marron

Origem: Milton, DE, USA
Beer type: Brown Ale
Preço: $17 for four-pack 12 oz.
ABV: 12%
Brewed by: Dogfish Head

First crafted at Dogfish Head’s Rehoboth Beach brewpub in 2006, Palo Santo Marron was such a big hit that it was bottled the next year.

This unfiltered ale spends three weeks in a stainless steel fermenter before being transferred to a massive 10,000-gallon tank handmade from Paraguayan Palo Santo wood. It’s the largest brewing vessel built in America since pre-Prohibition days, and cost an estimated $140,000 to build. Although Palo Santo Marron is labeled a brown ale, it’s almost black in appearance, and the tan head gives the impression of a stout. That is, until you take your first sip. Fermented with Sucanat, an all-natural whole-cane sugar sourced in Costa Rica, the beer boasts a bold, molasses-like sweetness with plenty of vanilla and caramel compliments of the exotic wood. Complex flavors of bitter dark chocolate also shine through, making this a sipper that satisfies both dark beer fans and those who like to drink their dessert.

6. Firestone Walker Stickee Monkee

Origem: Paso Robles, CA, USA
Beer type: Quadrupel
Preço: $17 for 22 oz.
ABV: 11.6%
Brewed by: Firestone Walker Brewing Company

Since its inception in 1996, Firestone Walker has specialized in fermenting beer in oak barrels.

The brewery stays true to its roots with this version, aged for more than a year in Woodford Reserve, Elijah Craig and Four Roses bourbon casks. It calls this strong ale a “Central Coast quad” thanks to the California twist it undergoes before bottling. That is, the brewery blends Mexican turbinado brown sugar and Belgian candi sugar to contribute to the beer’s caramelized character. The Stickee Monkee moniker is a nod to the Belgian monks who pioneered the Quadrupel style, as well as the Sticky Monkey flower that is native to California’s Central Coast. There is also a sticky sweetness to the ale’s taste, which is counterbalanced by the bourbon and oak astringency, along with hints of leather and rich cigar tobacco. This one-of-a-kind sipping beer will age well if you can resist the urge to pop the cap.

7. Goose Island Bourbon County Stout

Origem: Chicago, IL, USA
Beer type: American Double, Stout
Preço: $20 for four-pack 12 oz.
ABV: 14.4%
Brewed by: Goose Island Beer Company

Originally released in 1992 to commemorate Goose Island’s 1,000th batch of brew, this imperial stout is widely considered to be the first mass-marketed beer to be aged in bourbon barrels.

Over the years, Goose Island Bourbon County Stout has garnered a cult following — it’s released annually on Black Friday when true aficionados skip the department store lines and instead head to their favorite craft beer store. Its opaque black appearance and thick foam head are joined with an intense aroma that is a mix of charred oak, chocolate, vanilla, caramel and smoke. At 14.4 percent ABV, it certainly qualifies as a sipping beer. The stout pours rich, thick and chewy, and must be savored slowly in order to appreciate its complex flavors of sweet chocolate, roasted malt, dark fruits and pronounced bourbon.

8. Great Lakes Eliot Ness Amber Lager

Origem: Cleveland, OH, USA
Beer type: American Amber Lager
Preço: $9.99 for six-pack 12 oz
ABV: 6.1%
Brewed by: Great Lakes Brewing Co.

As the seasons change and a chill creeps into the air, we begin to crave the rich color and flavor of amber beers.

Inspired by the classic Vienna style of lager, Great Lakes incorporates both nutty Munich and sweet Caramel malts into this smooth brew that combines craft ale complexity with pilsner-like refreshment. Brassy in color, its honeyed multi-grain toast scent is lifted with a pinch of peppery Hallertau hops. Named for the ‘noble do-gooder’ who pursued Al Capone, Eliot Ness is a gem of a lager — a simple, honest beer of substance that sure gets the job done.

9. Gulden Draak

Origem: Evergem, Belgium
Beer type: Belgian Strong Dark Ale
Preço: $5 for 11.2 oz.
ABV: 10.5%

Gulden Draak is Flemish for “golden dragon,” and this dark tripel is named for the large golden statue that has stood atop the Ghent Belfry since 1382, just ten miles from the Brouwerij Van Steenberge brewery.

While most Belgian tripels are light in color, the Munich malt used in this ale results in a dark brown appearance. As the 10.5 percent ABV leads to a natural malt caramel and toffee-like sweetness, it’s considered to go best with dessert, or as a standalone liquid sweet treat. The bottle’s distinctive wide shape allows for natural refermentation to take place in the bottle, which also contributes to a creamy head. The centuries-old brewers’ yeast adds a full body and complex aftertaste, leading to repeated satisfying sipping. Brouwerij Van Steenberge recommends replacing the whiskey in an Irish coffee with Gulden Draak to make a unique Belgian-style version.

10. Ommegang Gnomegang

Origem: Cooperstown, NY, USA
Beer type: Belgian Strong Golden Ale
Preço: $17 for 750 ml.
ABV: 9.5%
Brewed by: Brewery Ommegang

This blonde ale is made in Cooperstown, New York, but it’s inspired by the centuries-old brewing practices of Belgian Trappist monks.

Gnomegang incorporates the fruity, spicy yeast of the Belgian Brasserie d’Achouffe and is bottle conditioned with Ommegang yeast. The playful label depicts two chouffes (magical gnomes from Brasserie d’Achouffe) drinking a toast. Flavors of fruity esters, clove and spice from the Belgian yeast are balanced by hop bitterness and an effervescence that manages to hide the 9.5% ABV alcohol strength. After swallowing there’s more enjoyment with a lingering dry, slightly sweet aftertaste.


Can We Drink Beer In A Steel Glass? The Reason Behind

We see beer everywhere, in the movies, on the television and especially in real life. No matter what setting, they are always served in transparent glasses, whatever the shape. How about stainless steel vessels? Are they also qualified to hold such a delicate beverage? Apparently, no, and here’s why.

However, before you go further, here’s our thank you for checking out this article: free samples ! Be sure to check out our free VIP club to avail of our exclusive rebate program.

There are stainless steel beer mugs in existence, yes, they keep the beer cold longer and yes, technically, you can drink beer from them because they are containers that can hold liquid, but it doesn’t mean that you should drink beer from them. Beer is a unique beverage, in a way that it affects almost all the senses. Serving beer in a stainless steel glass deprives perhaps the most important sense, the sight.


Getting a good look at your beer has a huge impact on how it’s going to taste. Being able to see that golden or dark hue with the majestic and velvety foam on top greatly affects the drinking experience. Serving beer in stainless steel mugs denies the drinker from this opportunity. And for what? For keeping the beer cold longer? It doesn’t seem like a worthy choice, to sacrifice the chance to see your beer just so it can keep a low temperature.


Truth be told, stainless steel mugs are not harmful to the drinker or to the beer. In fact, beer is brewed using equipment made from stainless steel. But, brewing is different from drinking. Stainless steel is used for brewing beer because it doesn’t add any unusual flavors and scents to the beer. But, when you are drinking from a stainless steel mug, your nose gets in close proximity to the stainless steel vessel, allowing you to take a whiff of metal. Smell and taste go hand in hand, when you smell that metallic container, you would also seem to taste like your beer is metallic which can be unpleasant.

Stainless steel is different from pewter but the latter is known to hold beer. While reminiscent of beer tankards that used to hold beer in the old days, pewter mugs may pose some hazard to the health as they contain lead. Nowadays, pewter mugs are developed to be lead-free and are said to be safe. They tend to be expensive though, so beer glasses still have the upper hand.


We eat or drink first with our eyes. But, the only thing we see with beer served in a stainless steel mug is the peeping head or foam that will soon deflate and the gray outer surface of the mug that blocks the supposedly awesome view of the beer’s color. There are numerous shapes of beer glasses that play a particular role to each type of beer. And a stainless steel mug or glass doesn’t offer much shape and design and doesn’t give the same appeal as the glass ones. Beer glasses made from glass have also been the norm since it evolved from the tankard, so it may be difficult to drink beer from a different vessel other than the ones that are already perfect for it.

Check out our monthly free samples or sign up to our free VIP club to avail of our exclusive rebate program. No credit cards required. No need to purchase anything. We just want to say thank you.


10 Great Aged Bourbons and Ryes to Look For

Whiskey producers are always looking for the next new thing, which sometimes happens to be an old thing: Extra-aged whiskey is having a moment.

“When I got into the business 20 years ago, I would go to Kentucky for holidays, and I knew there was all this old bourbon being blended into four-year-old whiskey or evaporating into nothing,” says Trey Zoeller, founder of Jefferson’s Bourbon. “Back then, there wasn’t much appetite at all for it.”

Times have changed and more brands sell old whiskey than ever. But many of them are sourcing inventory from established distilleries, so a ready supply is becoming tougher to come by. “Demand has grown so dramatically you have to look hard and far to find it,” says Roy Danis, CEO of Clyde May’s Whiskey. “But it’s out there.” With that bit of encouragement, we searched high and low for 10 exciting aged bourbon and rye bottles to recommend. (Nota bene: Some of these bottles are expensive. Like, insanamente expensive. The rarest bourbons are in high demand, people!)


Giant Jenga

If you’ve ever played regular Jenga before then you know that this game is all about anticipation. The tension builds with the removal of each piece. As the structural integrity of the tower decreases in stability, the adrenaline coursing through your veins increases until finally the laws of physics e your senses become overwhelmed, and the tower crumbles to the ground in an instant. Now apply that release to a much larger scale and you have yourself an outdoor game for the ages.


Assista o vídeo: Jak produkowane jest piwo (Agosto 2022).